Paixão espanhola em Havanera da ópera Carmen.

É interessante como a música se enriquece com o passo do tempo. Havanera da Ópera Carmen é um exemplo disso. O ritmo nascido na cidade de Havana em Cuba quando ainda era colônia espanhola, iria viajar para Europa, se popularizar lá e voltar para a América para dar origem a mais estilos de música como o tango ou mesmo o vanerão gaúcho.

A Ópera Carmen de Bizet cuja estréia foi em 1875, tem tema espanhol, se centra na historia de Carmen e Don Jose. Carmen é uma cigana bonita e de personalidade forte, aquela mulher que consegue sempre o que quer. Ela se dedica a seduzir homens. Carmen e outras mulheres funcionárias de uma fábrica, durante o intervalo sentam numa praça de Sevilha onde também está o quartel militar. Ela está determinada a conquistar o amor de Don Jose que é um cabo do exército. Nesse contexto é que Carmen canta Havanera e todos a escutam atentamente e se admiram, menos Don Jose que na verdade está apaixonado por outra mulher. Isto incomoda Carmen que está acostumada a conseguir o que quer.

A ópera se desenvolve sobre o amor dos personagens centrais. Carmen consegue convencer Don Jose a se unir a ela num bando de contrabandistas, ele sem opção aceita. Don Jose sofre de ciúmes já que conhece o comportamento de Carmen e sabe que ele será logo descartado e assim acontece. Ele não aguentando mais a dor e cego de ciúmes vai enfrentá-la e lhe pede que volte, ela se nega após o qual ele a apunha-la. O final trágico é evidência daquele falso amor que sentiam um pelo outro com o qual comumente se enganam as pessoas e que levado ao extremo acaba em tragédia.

Deixo aqui uma interpretação magnífica de um mito, a lenda da música clássica chamada Maria Callas.

A tradução pode ser achada aqui.