A historia do Holandês Voador como só Wagner podia contar

Nos primeiros anos da juventude Wagner era condutor de orquestra e vivia em Riga que hoje é parte da Letônia mas na época era parte da Prússia e pertencia à Alemanha. Perseguidos pelos seus credores Wagner decide partir. Ele embarca num navio chamado Thetis cujo capitão lhe permite embarcar sem passaportes. Assim começa uma viagem que deveria levar-los a Londres em poucos dias. Porém a jornada se viu interrompida por tempestades e o navio foi obrigado a se refugiar nos Fjords da Noruega por alguns dias. Somente 3 semanas depois Wagner chega a Londres.

Anos depois ele declararia: “Aquela viagem através dos Fjords da Noruega deixou uma maravilhosa impressão na minha imaginação, a lenda do Holandês Voador que os marinheiros contavam, tomou um significado e vivacidade diferentes que somente minhas aventuras no mar poderiam ter me dado”

O Holandês Voador é a primeira ópera de Wagner escrita em 1841, teve muitos problemas para ser posta em cena, Wagner estava quebrado e ninguém deu a minima para o libreto. Para a historia Wagner seguiu a linha do livro de Heinrich Heine sobre o assunto porém sem o lado satírico da obra.

Der fliegende Holländer

A historia é a do famoso navio fantasma obrigado a navegar os mares para sempre sem nunca chegar a porto. A historia tem diferentes versões mas todas coincidem em que o navio recebeu uma maldição porque seu capitão blasfemou.

A ópera se passa numa aldeia pesqueira na Noruega, obviamente por inspiração direta da viagem que Wagner fez.

Na versão de Wagner o capitão do Holandês Voador tem uma chance de quebrar o maleficio se encontra uma mulher com a qual casar e que lhe seja fiel. Então obviamente a ópera se centra na redenção humana através do amor.

Senta, a filha do capitão de um navio pesqueiro conhece bem a historia do holandês e sentindo-se comovida deseja de coração ajudar a quebrar o maleficio.

Senta tinha um ex-namorado que quer reconquistar-la, mas ela vendo um retrato do Holandês Voador canta uma ária que é a que disponibilizamos aqui no vídeo.

O pai de Senta tinha prometido a mão dela ao Holandês mas este a vê sendo abraçada pelo seu ex-namorado. O Holandês pensando que Senta tinha quebrado seu voto se retira e parte para o mar.

Senta vê o navio se afastar e se lança ao mar na tentativa de alcançar o navio nadando. Isto demonstra ao Holandês que Senta era sinceira e fiel. A ópera termina com a ascensão dos dois ao céu.

Fontes aqui e aqui.

olandesevolante